sábado, 23 de novembro de 2013

Fairbanks "The Golden Heart of Alaska"

Fairbanks é a segunda maior cidade do Alasca, charmosa e com muitos atrativos. Diferente do clima de cidade grande que se percebe em Anchorage, em Fairbanks a vida parece ser mais tranquila, com um trânsito bem calmo. Sua localização central provê fácil acesso a importantes atrações do Alasca, como ao Denali e à região do Círculo Polar Ártico. Além disso, Fairbanks é um dos melhores pontos do mundo para se ver a Aurora Boreal ou "northern lights".


Em setembro, a cidade estava muito bonita, repleta de flores por todos os lados.


Como chegar
As principais companhias aéreas americanas oferecem voos para Fairbanks, que possui um aeroporto moderno.

Chegando por Anchorage, você pode optar por ir de carro, através da majestosa George Parks Highway. São aproximadamente 580 km, mas por uma estrada cercada por montanhas e com paisagens muito bonitas.



Ao longo do trajeto, são muitas as opções de parada, tanto para fotos de mirantes como também para fazer trilhas. Com as paradas, a viagem leva cerca de 10 horas.


Para a viagem não ficar muito cansativa, pode-se optar por pernoitar pelo caminho, em Healy ou em uma das outras cidadezinhas.


Uma das boas opções de parada é o Eklutna Lake, que fica a cerca de 60 km de Anchorage. Se estiver com GPS e ele não tiver o Eklutina Lake como ponto de interesse, pode definir como endereço o Eklutina Lake Road.


Desde Anchorage também é possível ir de avião, pela Alaska Airlines ou companhias aéreas regionais. Mas por essa opção você deixa de conhecer as belíssimas paisagens que o trajeto reserva.
Outra opção é ir de trem, com a Alaska Railroad. A viagem leva cerca de 12 horas, mas oferece um cenário espetacular. Maiores informações sobre passagens, classes e horários podem ser encontradas em www.alaskarailroad.com.


Onde ficar
Fairbanks tem uma boa estrutura hoteleira, oferecendo desde opções mais baratas até as mais caras. Estando de carro, você não precisa se importar muito com a localização do hotel, pois as estradas são boas e com pouco trânsito. 
Ficamos próximo ao aeroporto e achamos a localização boa, pois era próximo ao centro e também das principais atrações.

Deslocamentos
O carro sem dúvida é a melhor opção para se explorar Fairbanks e seus arredores. Utilizar taxis pode ficar caro, pois as distâncias são grandes entre as atrações. O serviço de ônibus é bom, atendendo os principais pontos da cidade. As passagens são gratuitas no inverno.

Atrações
Aurora Boreal 
Muitos turistas visitam Fairbanks com a expectativa de ver a Aurora Boreal. Embora Fairbanks seja um dos melhores pontos do mundo para se ver a Aurora, também é preciso contar um pouco com a sorte e ir durante a época certa (agosto a março).
A Aurora Boreal não está visível todas as noites, por isso é importante ficar pelo menos dois ou três dias na cidade para se ter maiores chances de vê-la. O céu precisa estar claro, com poucas nuvens. A Aurora varia de intensidade, ou seja, em um dia pode estar mais forte ou fraca do que em outro.


O centro de Fairbanks tem muita poluição luminosa, o que dificulta ver as luzes. Por isso, é importante que se vá até locais mais escuros, um pouco afastados do centro e em sentido norte. Boas opções são a estrada que leva até o Chena Hot Springs Resort (o próprio resort é uma boa opção, mas fica a 160 km de Fairbanks) e a estrada que leva até o Pipeline Visitor Center. De maneira geral, é importante buscar um local escuro e com visão livre para o norte.
As agências de turismo oferecem passeios para se ver a Aurora, algumas opções com hospedagens em cabanas em áreas de boa visualização do fenômeno.
A Aurora pode começar a ser avistada assim que anoitecer ou na madrugada. Não tem um horário definido. Por isso, muitos hotéis oferecem o serviço de despertador, ligando para o seu quarto caso a Aurora esteja visível.

Fairbanks Visitor Center
Fairbanks possui um excelente visitor center, com muitas informações sobre a cidade e também sobre o Alasca. Possui exibições interessantes. Vale a pena visitá-lo. Está localizado bem no centro da cidade. 
Próximo ao Visitor Center tem alguns monumentos interessantes.



Ice Museum

O Ice Museum é um museu de esculturas de gelo e que também oferece um filminho. Fica localizado no centro de Fairbanks, próximo ao visitor center.

Alyeska Trans-Alaska Pipeline View

O Trans-Alaska Pipeline tem cerca de 1500 km, transportando óleo de Prudhoe Bay até Valdez. Nesse ponto, que fica às margens da estrada que liga Fairbanks a Fox, é possível conhecer o oleoduto, pois nesse trecho ele passa pela superfície.




University of Alaska Fairbanks

A Universidade do Alasca Fairbanks fica no alto de uma colina, oferecendo boas vistas da cidade. Não chega a ser um bom ponto para se ver a Aurora porque o campo de visão aberto é para o sul. Tem um bom museu, o Museum of the North.



North Pole
A cidade de North Pole fica a cerca de 25 km de Fairbanks, sendo toda voltada para o natal. 


Lá está a casa do papai noel, que tem renas de verdade no quintal e uma boa loja de presentes, focada em artigos natalinos.


A loja oferece a opção de se mandar cartas para casa, com o selo da casa do Papai Noel.
Uma boa opção para se ter uma carta carimbada "North Pole" é ir até o correio (post office) e enviar uma carta simples, por cerca de 1 dólar.



Pioneer Park 

É uma espécie de cidadezinha temática, com construções típicas do Alasca, contando com lojas de presentes, museus e restaurantes. É um lugar muito bonito para se passear. 






Mina de ouro
Próximo a Fairbanks existem minas de ouro que oferecem visitação. Uma delas é a Gold Dredge, que oferece um passeio de trenzinho até a cidadezinha e permite que o visitante tente garimpar algum ouro no riacho. Essa mina fica perto ao Pipeline View.



Chena Hot Springs
O Chena Hot Springs é um resort que oferece piscinas com águas termais. Parece ser um passeio interessante para quem estiver com tempo livre em Fairbanks. Fica a cerca 160 km. Não chegamos a ir devido a falta de tempo...

2 comentários:

  1. Oi, Juliano! Muito bacana sua matéria sobre a viagem ao Alaska! Muito esclarecedora. Tomei a liberdade de copiar para publicar no jornal corporativo da empresa. Acompanho sempre as postagens do Viajando e Viajando. Um abraço e sucesso! Adriana, colega da Ana Maura

    ResponderExcluir
  2. Oi, Juliano. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir