quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Explorando o Denali National Park no Alasca

O Denali National Park está localizado no coração do Alasca e possui paisagens deslumbrantes. Ao trafegar pela Park Road, é possível observar a vegetação de baixa altitude dar lugar a alta tundra alpina e montanhas nevadas, culminando no pico mais elevado da América do Norte, com 20.320 pés, o Monte McKinley, também conhecido como "The big one" ou simplesmente de "Monte Denali". Muitos animais selvagens de grande e pequeno porte, desde ursos até coelhos, percorrem terras não cercadas, proporcionando ao visitante poder experimentar o mais puro e selvagem Alasca.



A possibilidade de se deparar com um urso é bastante real no Denali. Por isso, se você for acampar ou se aventurar por trilhas não guiadas, leve um spray anti-urso - para usar no caso de ficar cara a cara com o animal. 



A Park Road é a que estrada provê acesso aos principais pontos do parque. As primeiras quinze milhas são pavimentadas e abertas para o tráfego de veículos particulares durante o verão. Nesse trecho já é possível se deparar com belíssimas paisagens e com um pouco de sorte, encontrar algum animal.




Como chegar

A entrada principal do parque fica na cidade de Healy, localizada a cerca de 400 km de Anchorage e de 180 km de Fairbanks, cidades para onde as principais companhias aéreas americanas voam. A estrada que liga essas cidades é a George Parks Highway, muito bem conservada e com paisagens belíssimas, principalmente no outono (meados de setembro).

É possível chegar ao parque desde Anchorage ou Fairbanks de várias formas: de carro alugado, de trem (Alaska Railroad - sendo que a estação fica dentro do parque), ônibus de turismo ou através de voos charters (em aeronaves pequenas). Optamos por ir de carro e achamos que foi uma boa escolha. Se também optar pelo carro, preste atenção no nível de combustível para garantir que terá o suficiente até o posto mais próximo.

Onde ficar

Visitar o parque requer muito mais do que um dia, graças a sua grande extensão e atrativos interessantes. Assim, planeje ficar pelo menos três dias. São várias as opções de hospedagem próximas ao parque, principalmente na cidade de Healy, nas margens da George Parks Highway. Existem desde opções luxuosas como também modestas cabines, muitas delas sem pia ou banheiro.

O Denali National Park oferece várias áreas para camping, sendo algumas somente para barracas e outras que também aceitam motor home (trailers).  Maiores informações podem ser obtidas no site do parque: http://www.nps.gov/dena/planyourvisit/campground-reservations.htm

Entrada

Para se visitar o parque é preciso comprar uma entrada por carro, válida por 7 dias corridos. Se você comprar qualquer passeio de ônibus ou shuttle dentro do parque, a entrada já estará inclusa e você poderá utilizar o ticket para visitar o parque.



Onde comer

Procure levar o que for comer ou beber durante o dia no parque, pois não há pontos de venda dentro do parque. As principais opções para se comer estão na cidadezinha de Healy, próxima a entrada principal do parque. Os restaurantes/bares mais famosos são o 49th Cafe e o Salmon Bake, que geralmente têm programação noturna no verão.


Quando ir

O Denali National Park está aberto o ano todo, mas a estrada de acesso tem restrições para veículos dependendo da época. Durante o verão, por exemplo, que vai de meados de maio até meados de setembro, veículos particulares somente podem ir até a milha 15.

O período mais recomendado para se visitar o parque pela primeira vez é no verão (metade de maio até a segunda semana após o Labor Day), pois o visitante poderá conhecer as principais áreas do parque e utilizar o serviço de transporte ou passeios.
O parque oferece um serviço de transporte e também passeios guiados, que operam somente no verão.
No inverno as temperaturas caem muito, facilmente ficam abaixo de zero e a paisagem se transforma em um "mundo de neve".
Fomos no início de setembro e achamos que a paisagem estava muito bonita, com as cores de outono. Mas as montanhas já não estavam tão nevadas.



Conhecendo o parque

O parque é imenso, com muitas atrações e paisagens diferentes. Como ficamos apenas três dias, optamos por um roteiro tradicional, a fim de conhecer os principais pontos.





Ao chegar ao parque, paramos no centro de visitantes para pegar mapas e também a passagem do passeio de ônibus que faríamos no dia seguinte.
De lá fomos direto para o canil, onde teria uma apresentação sobre os cães e uma demonstração de utilização do trenó. Os cães são dóceis e alguns ficam em casinhas abertas, sendo possível até passar a mão neles.




O caminho até lá é muito bonito, paramos várias vezes para tirar fotos...
Paramos para fazer a trilha "Savage Cabin", que é cheia de pássaros.


Com o carro na época em que fomos (setembro) era possível ir apenas até a milha 15, no estacionamento do Savage River. É um local muito bonito, onde é possível fazer duas trilhas: Savage Alpine Trail (6,4 km) e Savage River Loop Trail (3.2 km). Vale a pena fazer as duas. A primeira é mais puxada, pois tem muito ganho de altitude, enquanto a segunda é mais tranquila.







Tinhamos reservado um passeio de ônibus para o segundo dia no parque, o "Kantishna Shuttle". Todos os passeios partem do Wilderness Access Center (WAC), perto da entrada do parque, com amplo estacionamento, bebedouros e banheiros.




O passeio durou cerca de 13 horas, percorrendo 92,5 milhas até o final da estrada. O ônibus faz várias paradas pelo caminho, inclusive para tirar fotos de animais, como alces, veados e ursos. Embora seja um passeio longo e em um ônibus meio desconfortável, não chegou a ser cansativo.



No Eielson Visitor Center, se o dia estiver aberto, é possível avistar o Monte Mckinley. Além disso, a paisagem em torno dessa parada é muito bonita.





Com o dia aberto no Wonder Lake é possível ver o reflexo do Monte Mckinley no lago. Contudo, não demos essa sorte, pois quando chegamos lá o céu estava meio nublado.


De meados de maio até meados de setembro o parque oferece passeios de ônibus pelo parque. São dois tipos de passeios: os tours e os shuttles. Os primeiros contam com guia a bordo, narrando o passeio. O segundo tem apenas o motorista, mas que também costuma falar sobre o trajeto e apontar os animais.

Trilhas

O Denali National Park oferece muitas opções de trilhas, desde as mais curtas e fáceis até as mais longas e difíceis. No Visitor Center é possível pegar mapas e informações sobre as trilhas mais recomendáveis.


Uma trilha que ficou muito famosa é a Stampede Trail, graças a aventura de Christopher McCandless, que foi retratada no filme Na Natureza Selvagem. A trilha chega no famoso ônibus 142 "The magic bus", que serviu de abrigo para o McCandless. É uma trilha bastante longa e puxada, sendo o maior desafio a travessia do rio. Só é recomendada para pessoas experientes e na companhia de um guia. O começo da trilha está na Stampede Rd., que fica a alguns quilômetros da entrada do Denali National Park.


Felizmente, você não precisará percorrer a Stampede Trail para voltar pra casa com uma foto do "The magic bus", pois o ônibus que foi utilizado no filme Na natureza selvagem está em frente ao 49th Cafe, na cidade de Healy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário