domingo, 17 de outubro de 2010

Rota 66 / Route 66 - De São Bernardino a Las Vegas

A histórica Rota 66 ou Route 66, estrada mais famosa do mundo, mantém trechos bem conservados e convidativos a serem percorridos, com muitos atrativos e paradas obrigatórias no trajeto.

Uma boa opção para iniciar a viagem pela Rota 66 (Route 66) é por Santa Monica, mas precisamente no pier de Santa Monica, cidade próxima a Los Angeles. Assim, é possível visitar Los Angeles e seus arredores antes de pegar a estrada, que vai até Chicago.

Antes de iniciar a viagem, é importante realizar um planejamento do trajeto, montando um guia para ser seguido durante sua viagem pela Rota 66.

Iniciamos nossa viagem em San Diego, na Califória e tínhamos como destino Las Vegas, no estado de Nevada. Tínhamos a opção de ir pela auto-estrada ou então pegar a Rota 66 (Route 66) em São Bernardino ou Victorville e nela seguir até a cidade de Barstow.

Optamos pelo trajeto que incluía a Rota 66. Assim, pegamos a auto-estrada em San Diego, após dar mais uma passada no Las Americas Premium Outlet para fazer as últimas compras. A primeira parada seria em San Bernardino.

Ao chegar em San Bernardino podemos notar a proximidade com o deserto. Lá estava muito quente e estávamos no outono. Em San Bernadino, não deixe de visitar o primeiro McDonald's, que hoje funciona como um museu que conta a história do restaurante (entrada gratuita). Aproveite para pedir algumas dicas sobre o trajeto.


Há poucos postos de combustíveis no trajeto. Por isso, gerencie o nível de combustível para não acabar com o carro parado em pleno deserto!

De San Bernardino seguimos até Victorville e lá então entramos na história Rota 66. A estada é de mão dupla e bem conservada. Em Victorville localiza-se um museu da Rota 66.

Na Rota 66 está o Emma Jeans Cafe, a casa do Brian Burger, onde foi filmado Kill Bill. Aproveite para saborear o burger.


Seguindo na Route 66, ficamos impressionados de como a estrada é reta e com a beleza da paisagem desértica. A estrada estava com pouco movimento e encontramos com muitas motos.


Em poucos minutos chegamos a Oro Grande, que está no percurso do ouro bruto do oeste. Dê uma volta para explorar o centro de Oro Grande. Lá você encontrará muitas árvores artificiais cheias de garrafas de vidro, que geram uma melodia.

Um pouco além chega-se ao Polly Gas Station, posto de combustível que mantém um placa com os preços de 50.

A Rota 66 neste trecho passa por muitas pequenas cidades. Escolha algumas para dar uma passada por dentro.

Chegamos em Barstow, cidade que possui dois outlets e um Wal-mart de fáceis acesso. Não deixe de passar na estação de Barstow (Barstow Station) para visitar o McDonald's em vagões da Santa Fé.


Continuamos a viagem até a cidade fantasma (Ghost Town) Calico, a cerca de 18 km de Barstow. A cidade foi fundada em 1881 com 40 pessoas motivadas pela descoberta de minas de prata e bórax. A cidade chegou a ter 1200 habitantes e cerca de 20 saloons. Hoje a cidade é uma atração turística, funcionando como uma ghost-town, com restaurantes, bares e lojas que ainda mantém o clima de velho-oeste.



Paga-se uma taxa para visitar Calico, que funciona diariamente até o por-do-sol. As lojas fecham as 17hs.


Quando chegamos a Calico por volta das 18hs, ainda estava claro mas não havia ninguém na cidade, nem mesmo para receber a entrada. Parecia realmente uma cidade fantasma.

Em Calico pode-se visitar a Maggie Mine, famosa mina de prata do velho oeste.

Após visitar Calico você pode seguir pela auto-estrada em direção a Las Vegas ou continuar na Rota 66, seguindo para o estado do Arizona.

Mesmo que seu destino seja Las Vegas, de Barstow você pode continuar na Rota 66 e a certa altura pegar outra estrada para então chegar na auto-estrada que leva até Las Vegas. Este caminho é bem mais longo do que pegar a auto-estrada já em Barstow.

Como saímos de Calico após o pôr-do-sol, optamos por pegar a auto-estrada. A viagem de Calico até Las Vegas foi por uma rodovia que era incrivelmente reta. Eram raras as curvas. Fomos então direto para Las Vegas.

Dicas:

- Existem poucos postos de combustíveis no caminho, por isso evite rodar com o tanque vazio.
- Atente para os limites de velocidade em cada trecho. Há sinalização informando que a velocidade é fiscalizada por radar.
- Se beber não dirija. Além de ser perigoso, a legislação americana é bastante rigorosa.
- Apesar das estradas e saídas serem bem sinalizadas, um GPS facilita muito a viagem.
- Se precisar de suprimentos, uma boa opção é o Wal-Mart em Barstow.

8 comentários:

  1. adorei suas dicas. Vou fazer essa viagem em junho. Vou começar em los angeles, depois passo alguns dias em san diego e termino em las vegas. Mais alguma dica importante?

    ResponderExcluir
  2. Procure fazer a viagem de San Diego a Las Vegas durante o dia, para poder apreciar o visual. A viagem dura cerca de 5 horas.

    ResponderExcluir
  3. Adorei as dicas, vou fazer esta viagem agora em maio, valeu!

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Irei sair de San Diego em direção a Las Vegas no dia 23.11.2014. Vou adotar o seu percurso pela Rota 66 e observar suas oportunas dicas. Qual o tempo para realizar alguns passeios que você sugere e terei dificuldades em encontrar hotéis para pernoite adotando a sua rota?

    ResponderExcluir
  5. É possível fazer a viagem em um dia, saindo bem cedo dá tempo para aproveitar bem.

    ResponderExcluir
  6. Adorei suas dicas... foi facil colocar a Rota 66 no gps, ou vc foi se guiando pela placas.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  7. adorei !!! vou seguir seu roteiro!!!vc é batnte didático!!! parabéns!!

    ResponderExcluir
  8. adorei !!! vou seguir seu roteiro!!!vc é batnte didático!!! parabéns!!

    ResponderExcluir